terça-feira, 2 de abril de 2013


Alguns Pontos Turísticos da Cidade de Curitiba



Jardim Botânico 



O Jardim Botânico de Curitiba ou Jardim Botânico Francisca Maria Garfunkel Richbieter, presta uma homenagem à urbanista Francisca Maria Garfunkel Rischbieter (uma das pioneiras no trabalho de planejamento urbano da capital paranaense) e é um dos principais pontos turísticos da cidade de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná. Localiza-se no bairro Jardim Botânico. Em 2007 foi o monumento mais votado numa eleição para escolha das Sete Maravilhas do Brasil, promovido pelo site Mapa-Mundi.


Museu Paranaense




Fundado em 25 de setembro de 1876, o Museu Paranaense é a primeira grande instituição histórica do Estado e terceira do Brasil. Está em sua sede definitiva no Palácio São Francisco, que ocupa uma área de 4.700 m², na cidade de Curitiba, capital do Paraná.


Ópera de Arame 



A Ópera de Arame é um teatro brasileiro, localizado na cidade de Curitiba, capital do estado do Paraná. É todo construído com tubos de aço e estruturas metálicas e coberto com placas transparentes de policarbonato, lembrando a fragilidade de uma construção em arame. De forma circular, a edificação é parcialmente circundada por um lago artificial, de maneira que o acesso ao auditório é feito por uma passarela sobre as águas. O projeto é do arquiteto Domingos Bongestabs, professor do departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFPR e mesmo autor do projeto da Unilivre. As estruturas metálicas tubulares, totalizando 360 toneladas de aço, e os 2.400 bancos de tela de arame, foram fornecidas pela Brafer Construções Metálicas, empresa de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba.


Autódromo Internacional de Curitiba




O Autódromo Internacional de Curitiba está localizado na Região Metropolitana de Curitiba, no município de Pinhais.
Recebe regularmente provas de diversas categorias de velocidade nacionais, como Stock Car, Fórmula Truck, Copa Turismo GNV, Pick Up Racing, Campeonato Paranaense de Arrancada, Troféu Maserati, Campeonato Paranaense de Motovelocidade. Copa Turismo I, Copa Turismo A, Copa Turismo N e outros eventos promocionais.

Parque Barigui 


O Parque Barigui está situado na cidade de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná.
O parque recebe o nome do Rio Barigui que foi represado para formar um grande lago em seu interior. Está entre os maiores da cidade, sendo, também, um dos mais antigos. Diversas espécies de animais vivem livres no parque, como aves, capivaras e pequenos roedores. Um rebanho de carneiros também pode ser visto diariamente nos gramados, sob os cuidados de funcionários.



Parque Tanguá 



O Parque Tanguá é um dos principais parques da cidade de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná. Localiza-se na região norte da cidade, nos bairros Pilarzinho e Taboão. Foi fundado em 23 de novembro 1996 pelo então prefeito Rafael Greca de Macedo, e construído onde existiam duas pedreiras, atualmente desativadas.
Ocupa uma área de 235 mil m², e garante a preservação da bacia norte do rio Barigüi, bem próximo à sua nascente, no município de Almirante Tamandaré. Possui dois lagos e um túnel artificial, pelo qual os visitantes podem passar de barco. É dotado ainda de ancoradouro, ciclovia, pista de corrida, lanchonete e dois estacionamentos para carros (na área inferior e superior).


Bosque Alemão 






O Bosque Alemão, antiga chácara da família Schaffer com 38 mil m² de área, foi inaugurado em 1996 na cidade de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná. Localiza-se no bairro Vista Alegre (Jardim Schaffer) e é formado por mata nativa densa. Foi criado para homenagear a cultura e as tradições que os imigrantes alemães trouxeram para Curitiba a partir de 1833.


Bosque de Portugal





O Bosque de Portugal é um parque público da cidade de Curitiba, capital do estado do Paraná, Brasil. Fica no bairro Jardim Social, com acesso pela rua Fagundes Varela, e não possui horário pré-determinado de visitação.

O Bosque, em 20,85 mil m² de área verde, conta com uma alameda que atravessa uma área de mata nativa. Ele abriga o Memorial da Língua Portuguesa, que homenageia os imigrantes portugueses e os oito países que adotam a língua portuguesa: Portugal, Brasil, São Tomé e Príncipe, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau e Timor-Leste. Sua inauguração, ocorrida em 19 de março de 1994, contou com a presença do então presidente de Portugal Mário Soares, e do então prefeito de Curitiba Rafael Greca de Macedo. Originalmente eram sete as nações que estavam representadas em pilares, mas com a independência de Timor-Leste, este também foi homenageado com um pilar construído em 2007.



Estadio Joaquim Américo Guimarães 



O Estádio Joaquim Américo Guimarães é o estádio do Clube Atlético Paranaense (CAP), localizado em Curitiba, capital do estado do Paraná, Brasil. Conhecido como Arena da Baixada, o espaço foi o primeiro palco do futebol brasileiro a adotar o naming rights com o título de Kyocera Arena entre 2005 e 1° de abril de 2008 e com a escolha de Curitiba para ser uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, a Arena, em 2012 e 2013 será reformada, com a ampliação de capacidade, de modo que possa atender todos os padrões exigidos pela FIFA passando a ter mais de 42.000 lugares.



Estádio Janguito Malucelli





O Estádio Janguito Malucelli, conhecido como Eco-Estádio, é um estádio brasileiro de futebol, localizado na cidade de Curitiba, no estado do Paraná. É propriedade do Grupo JMalucelli - JMalucelli Futebol S/A.
Tornou-se famoso por ser o primeiro "estádio ecológico" do Brasil, pois sua arquibancada foi construída com cadeiras colocada em cima de um morro, sem a utilização de concreto. Por isso, o estádio também é denominado Eco-Estádio Janguito Malucelli.



Estádio Durival Britto e Silva




O Estádio Durival Britto e Silva, também conhecido como Estádio Durival de Britto, Estádio Durival Britto ou Vila Capanema, é um estádio de futebol brasileiro localizado em Curitiba e inaugurado em 1947. Foi uma das sedes da Copa do Mundo de 1950, relizada no Brasil, e ao longo de seus mais de 60 anos pertenceu ao Ferroviário, Colorado, e atualmente pertence ao Paraná Clube. O nome Durival Britto e Silva é uma homenagem ao então Superintendente da Rede de Viação Paraná-Santa Catarina na época da construção do estádio e o nome popular (Vila Capanema) é a antiga denominação do bairro, hoje, Jardim Botânico.


Estádio Major Antônio Couto Pereira



O Estádio Major Antônio Couto Pereira, mais conhecido simplesmente por Couto Pereira, é o maior estádio de futebol do estado do Paraná, e pertence ao Coritiba Foot Ball Club. Está localizado no bairro Alto da Glória em Curitiba. Seus torcedores o chamam carinhosamente de Couto, Alto da Glória ou Gigante de Concreto Armado.

Centro Cultural Teatro Guaíra




O Centro Cultural Teatro Guaíra é uma instituição cultural com auditórios para teatro, dança e espetáculos musicais, com sede na cidade de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná. É mantido pelo governo do estado. A Orquestra Sinfônica do Paraná, a companhia de dança Balé Teatro Guaíra e o Teatro de Comédia do Paraná (TCP) são algumas das instituições mantidas pelo Centro Cultural Teatro Guaíra. O complexo arquitetônico localizado na Praça Santos Andrade garante ao Teatro Guaíra a sua classificação como um dos maiores da América Latina.



 Palácio Avenida




O Palácio Avenida é um dos mais importantes edifícios históricos de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná. Está localizado no centro da cidade, na confluência da Avenida Luiz Xavier com a travessa Oliveira Bello.


Rua 24 Horas



A Rua 24 Horas é um ponto comercial e turístico situado no centro da cidade de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná.



Torre Panorâmica de Curitiba



A Torre Panorâmica de Curitiba, também conhecida como Torre da Telepar ou Torre das Mercês, é uma torre de telecomunicações localizada no bairro das Mercês na cidade de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná.
Foi construída em 1991 pela estatal Telepar e, devido à privatização do setor de telecomunicações, já pertenceu a Brasil Telecom e pertence hoje a Oi. É a única torre de telefonia do Brasil com mirante aberto à visitação.


Praça Tiradentes  




A Praça Tiradentes localiza-se na cidade de Curitiba, capital do estado do Paraná, Brasil. É mais antiga praça da cidade, com 9026 m², sendo o lugar onde oficialmente a cidade nasceu; de acordo com uma lenda local, o lugar teria sido escolhido pelo cacique Tindiqüera, da tribo Tingüi, para a transferência dos primeiros habitantes da região, até então, acampados às margens do rio Atuba, onde hoje situa-se o Bairro Alto. Até hoje, na praça encontra-se o monolito histórico, com a Cruz de Cristo, que simboliza o poder legalmente constituído pelo rei de Portugal, em 29 de março de 1693. Junto ao monolito está o Marco Zero da cidade, que é um marco para referências geodésicas, de onde são medidas e encontradas todas as distâncias, assinaladas as direções de Santa Catarina, "Iguassu", São Paulo e Paranaguá; a referência de nível de Curitiba; e o monolito que registra o local do Pelourinho levantado por Gabriel de Lara, com a Cruz de Malta, que representa o poder legalmente constituído do governo português, a justiça e a caracterização das vilas.



Praça do Japão




A Praça do Japão localiza-se no bairro Água Verde, na cidade de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná.
A praça é uma homenagem aos imigrantes japoneses que chegaram a Curitiba em 1910. A capital paranaense possui a segunda maior comunidade japonesa do Brasil, atrás somente de São Paulo, e hoje abriga mais de 32 mil descendentes de japoneses.


Memorial Árabe



Memorial Árabe é um ponto turístico em homenagem à cultura árabe localizado no centro da cidade de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná. Situa-se na praça Gibran Khalil Gibran, juntamente com o Passeio Público, o Colégio Estadual do Paraná e o Shopping Mueller. Possui uma área de aproximadamente 140 m² em estilo mourisco, conta com abóbada, colunas, arcos e vitrais, em forma de cubo. Situa-se sobre um espelho d’água. Abriga um café, uma biblioteca com capacidade para 10 mil volumes e uma pinacoteca, ambas com obras de autores árabes.


Passeio Público 




O Passeio Público é o parque mais antigo do município de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná. Está localizado na confluência das ruas Carlos Cavalcanti, Presidente Faria, João Gualberto e Luiz Leão.



Mercado Municipal 




Fundado em 02 de agosto de 1958, até hoje o Mercado Municipal Fundado em 02 de agosto de 1958, até hoje o Mercado Municipal é o principal e mais tradicional endereço para compras de Curitiba.



Ruínas de São Francisco 



Espaço cercado de lendas, na Praça João Cândido. As ruínas são de pedra, do que deveria ter sido a igreja de São Francisco de Paula, nunca concluída. Em 1811 ficaram prontas a capela-mor e a sacristia, mas em 1860 as pedras que finalizariam a construção foram usadas na conclusão da torre da antiga Matriz, hoje Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz.

Histórias de túneis e piratas povoam o local, hoje dotado de espaços de comércio e lazer, palco e arquibancada, formando as “Arcadas das Ruínas”.



Teatro Paiol



Símbolo da mudança cultural da Curitiba dos anos 70, inaugurou o processo de reciclagem de uso das edificações de valor para a memória coletiva da cidade. Construído em 1906, o velho paiol de pólvora foi restaurado e reciclado nos anos 70 deste século, transformando-se em teatro de arena. 



 Universidade Livre do Meio Ambiente 




Em meio ao verde do Bosque Zaninelli, a Universidade Livre do Meio Ambiente fez de Curitiba a primeira cidade do mundo a manter um espaço de estudos e repasse de conhecimentos sobre o meio ambiente e a ecologia à população. O projeto arquitetônico, executado com materiais rústicos, repete na forma e nas cores os quatro elementos da natureza: terra, fogo, água e ar. Apesar da rara beleza, a principal finalidade do espaço é formar no cidadão a consciência ambiental como fator de sobrevivência. Foi criada em 5 de junho de 1991, ocupando o atual espaço - inaugurado pelo oceanógrafo francês Jacques Cousteau - desde 1992.




Universidade Federal do Paraná




Palácio da Luz, na definição do historiador Alfredo Romário Martins. Primeira Universidade reconhecida do Brasil no verdadeiro sentido do termo: conjunto de cursos de nível superior. Foi criada em 1912, pelo empenho de ilustres paranaenses como Victor Ferreira do Amaral, Nilo Cairo, Alfredo Romário Martins e Dario Vellozo. Nasceu na Rua Comendador Araújo, mas ainda na década de 10 veio para o atual endereço, dominando a Praça Santos Andrade.